Tudo que você deveria saber sobre carreira médica

Olá, caro(a) colega! No artigo anterior, você conheceu os elementos do sucesso médico. Tenho certeza de que esse texto mudou a sua percepção do mercado e abriu sua mente para novas possibilidades.

O texto de hoje não poderia ser diferente. Hoje, eu vou te revelar alguns segredos que, sem eles, você poderá afundar sua carreira.

 

O efeito manada

Um dos principais problemas da classe médica: dar ouvidos à maioria e igualar-se a ela, ou seja, chegar a lugar algum.

Desde que eu me formei, eu sempre ouço a maioria dizer que o grande trunfo da valorização do médico é a especialização.

Conforme eu disse no artigo anterior, isso é uma plena balela, e, se você está em processo de especialização, com esse desejo em mente, acredito que você deva regpensar o que está fazendo.

Também ouvi que dedicar-se exaustivamente aos plantões geraria valor (financeiro e moral) aos profissionais. Acredite, não só ouvi como também o fiz, e isso trouxe apenas problemas e mais problemas para mim.

Você deve encarar o plantão como algo temporário. Plantão toma seu tempo, sua saúde, sua paciência, e, se você começa a fazer dívidas por aí, você se torna escravo dele, talvez por muito tempo.

Também disseram que marketing é coisa de picareta, de falastrão. Sem ele, eu nem teria carreira. O médico que não aplica o marketing, cotidianamente, está fadado a uma carreira limitada e infeliz.

 

Produtividade: Quanto vale o seu tempo?

O tempo é o bem mais precioso que existe. Como você encara isso? O tempo traz experiência, amadurecimento, conquistas e até mesmo surpresas. Este é o único (provável) problema: as surpresas!

Por causa de uma eventualidade, você aceita uma oportunidade de trabalho ruim.

Aí você percebe o desgaste excessivo e não enxerga uma troca justa entre esforço e recompensa.

Tal trabalho prejudica a sua carreira, toma seu tempo, impede que você adquira a experiência ideal, você deixa de amadurecer e conquistar seus objetivos.

Produtividade nada mais é do que cortar tudo aquilo que toma seu tempo e não te recompensa.

O mercado médico é como uma selva. Se você não agir, você é esmagado. E se você continuar perdendo o bem mais precioso que você possui, as chances de virar o jogo serão menores.

E para piorar: Todo este conhecimento não é ensinado no curso de medicina!

Aqui no blog, temos as opções de mentoria e coaching, onde você pode tomar uma decisão e mudar a sua carreira, mas lembre-se, cada segundo que você perde pensando se deve ou não arriscar, ou sair do lugar que você se encontra, é o seu bem mais precioso indo embora.

Como eu sempre digo, existem dois tipos de médicos: os que querem mudança e os que querem mudar. Qual destes é você?

 

Gostou do artigo? Compartilhe-o com seus colegas e inscreva-se abaixo para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *