O médico e a tomada de decisões

Um dos principais motivos que contribuem para a desvalorização da profissão médica é a falta de habilidade em tomar decisões não médicas, afinal de contas, médicos não foram treinados para isso.

Pensando nisso, preparei 4 super passos para aprimorar a sua tomada de decisões e otimizar a sua carreira médica.

Faça uma autoanálise profunda

 O primeiro passo, antes de qualquer coisa, é saber exatamente aonde você está agora.

Uma ideia interessante é você elaborar uma matriz FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) da sua carreira. Tal matriz lhe dará todo o aparato crítico necessário ao processo de melhoria de suas decisões.

Você pode fazer isso numa simples folha de papel A4. Trace uma cruz. Escreva entre 4 e 10 itens em cada tópico da matriz.

Tome a primeira decisão certa: Aonde você quer chegar? 

O segundo passo é saber exatamente aonde você quer chegar.

“Todos os caminhos estão errados quando você não sabe aonde quer chegar.” William Shakespeare 

Com a matriz FOFA em mãos, veja suas oportunidades. Agora pegue uma outra folha de papel e escreva o que é necessário fazer para que cada uma destas oportunidades tornem-se realidade.

Lembrando que, durante este processo, novas oportunidades surgirão, novos horizontes se abrirão e você deve estar atento. Agarre apenas as oportunidades que se encaixam com o que você definiu na matriz.

Nem toda oportunidade é boa. Cuidado com as oportunidades mirabolantes e hiperbólicas.

Ataque os objetivos com suas decisões

Agora, pegue outra folha de papel. Escreva todos os seus objetivos. Passar mais tempo com a família? Ganhar o dobro? Viajar mais vezes durante o ano? Ser reconhecido como um bom médico?

Depois de escritos os objetivos, escreva, também, o que você faria para torná-los realidade.

Quer passar mais tempo com a família? Você abriria mão dos plantões? Você chamaria a sua esposa e seus filhos para saírem com você, pelo menos uma vez por semana? Faria a lição de casa com seus filhos?

Para toda mudança para melhor, você precisa sacrificar muitas coisas boas em troca de coisas melhores.

É importante ressaltar que você também deve definir os prazos destes objetivos. Os prazos são necessários para que você planeje o tempo e as tarefas necessárias para alcançar tudo o que você definiu.

Sem estes prazos definidos, não há como realizar qualquer objetivo. Pense nisso.

Também é necessário que você escreva entre 4 e 10 maneiras para tentar solucionar (ou evitar) as fraquezas e ameaças.

Qual é a sua principal fraqueza? E ameaça? Elas podem acabar com a sua carreira, se má administradas.

Tenho certeza que você terá muito trabalho pela frente, tentando manter o foco na sua matriz FOFA. Em breve você terá bons resultados. Eu tenho certeza disso!

Se você achou este artigo interessante, compartilhe com seus colegas e inscreva-se na lista abaixo para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *