4 dicas para atrair o seu paciente ideal

A carreira médica é sem dúvidas bastante promissora e, a isto, muito se deve ao paciente ideal. Você sabe quem ele é?

Estude o perfil de seus principais pacientes:

Um dos passos fundamentais é conhecer quem de fato agrega valor ao seu consultório. Separe alguns de seus pacientes assíduos e obtenha informações pessoais sobre eles, definindo os seus anseios, metas de vida e motivos pelos quais eles te procuram.

Logo feito, procure o que estes pacientes têm em comum. Pronto, você já tem o perfil do seu paciente ideal!

Direcionar esforços para o seu paciente ideal:

Com o perfil em mãos, você deve traçar uma estratégia para conseguir “fisgar” o seu paciente ideal.

Se seus principais pacientes são frequentes usuários de redes sociais, você deverá direcionar o marketing para esta área, por exemplo.

O princípio de Pareto nos mostra algo surpreendente: 20% do seu esforço (se bem direcionado) atraem 80% de seus clientes. Seja eficiente!

“Diga-me como tu atendes e eu te direi quem tu és”:

A primeira impressão é suficiente o bastante para promover o declínio ou a ascensão do seu consultório.

Existem pacientes que apenas desejam conversar com o médico. Eles anseiam por serem ouvidos. Sabe qual é a melhor parte? Eles pagam por isto! O seu paciente ideal também deseja conversar com você! Por isso ele te escolheu para atendê-lo.

Você deve demonstrar boa disposição e ânimo em poder ajudá-lo. Esta simples dica é extremamente poderosa. Um bom atendimento pode mudar completamente o semblante do seu paciente e com isso, você ganhará muito mais do que dinheiro: ganhará a confiança dele!

Livre-se dos pacientes “chorões”:

Provavelmente você deve conhecer algum deles. Pacientes “chorões” podem se tornar o seu pior tipo de cliente. O problema não é eles tentarem “negociar” os valores do seu trabalho. O problema é eles não enxergarem valor em seu trabalho.

Se ele não vê valor em seu trabalho, por que você deve tratá-lo como cliente?

Uma maneira eficaz de minimizar o número deste tipo de pacientes é você tentar mostrar o real benefício da sua consulta, na prática. Você não vende consultas. Você vende soluções e as pessoas devem entender isso.

Quer receber mais dicas como estas? Inscreva-se abaixo e receba conteúdo exclusivo em seu e-mail.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *